Como criar ações de vendas realmente efetivas pela internet?

Vender pela internet é um dos grandes desafios da era digital. Muitas empresas e lojistas demoraram para aderir ao mundo das lojas virtuais, marketplaces e outras tantas soluções comerciais da Internet.

Porém, a crise sanitária dos corona vírus de 2020 jogou em nossos colos uma realidade muito diferente: o distanciamento social e as quarentenas em casa. Essa realidade obrigou as empresas a buscarem ações para efetivar vendas no mercado digital.

Diferente da compra física, onde o produto ou serviço se tornam, de alguma forma, tangíveis, no mundo digital a venda é realizada por um processo mais elaborado e fisicamente distante.

Vamos aos fatos

Na compra física o vendedor é a chave da negociação. Ele consegue entender o consumidor, suas necessidades e oferecer uma ou mais soluções para o problema apresentado. Nesse processo a venda, produtos complementares também podem ser adicionados à compra, porém dependem da qualidade e capacidade de sedução do processo de venda.

No mundo offline o comprador já tem uma ideia definida e vai buscar uma solução específica, em uma loja especializada. Nem sempre ele visualiza outros produtos possíveis, alguns até com maior valor agregado.

Este tipo de comportamento agregador nas vendas físicas é encontrado nos shopping centers, para onde o consumidor se dirige com o propósito de adquirir um produto específico, mas pode sair cheio de sacolas, depois de aproveitar para comer um sanduíche com os filhos.

E agora, quem poderá nos ajudar?

Porém, muitas lojas e shopping centers ficaram fechados durante à crise do corona vírus.

Todos nós fomos impulsionados para a realidade digital de forma abrupta, o que adiantou em alguns anos a migração para as compras digitais. Grandes redes, pequenas empresas, vendas B2B ou B2C, estamos todos navegando no gigantesco oceano da Internet.

E quais são os canais ideais para minhas ações de vendas?

Redes Sociais: nunca foi tão necessário o investimento nas redes sociais. Começar de forma abrupta, para alguns, pode levar a erros iniciais, mas com certeza trará grande aprendizado. 

Tente pensar nas redes como complementares: nem toda informação funciona bem em todas as redes, nem todos os produtos conseguem transmitir aos clientes o seu desejo de compra ou encontrá-los no momento ideal para sua aquisição.

Por isso, pense em um caminho de atração: algumas redes são boas para atrair por meio de fotos, vídeos e imagens, outras beneficiam argumentos e demonstrações de uso, outras ainda podem ser utilizadas para tirar dúvidas dos consumidores.

É importante acompanhar o entendimento e a jornada de vendas dos seus potenciais clientes, pois somos humanos e o contato, mesmo que à distância, por áudio, vídeo e outras mídias, continua sendo muito necessário.

Aproveite ao máximo o potencial de comunicação de cada rede social.

Inbound Marketing: válido para empresas que possuem bons bancos de dados e produtos mais específicos para um momento ou situação. Em um dado momento, em que houve um crescimento em mercados como a venda de bebidas (vinho, cervejas etc.), empresas com um bom banco de dados de contato com seus clientes são capazes de oferecer soluções como as assinaturas mensais, em que o cliente paga um valor fixo mensal e recebe uma cesta de bebidas a cada período.

Essas e outras soluções personalizadas podem ajudar a diferenciar seus serviços e produtos da concorrência.

Marketplace: um dos queridinhos da atualizada, o Marketplace pode trazer vantagens para a divulgação dos seus produtos e incentivar a compra conjugada. Funciona de forma muito parecida com o shopping center, conforme comentamos anteriormente. Você pode saber muito mais a respeito dos marketplaces e lojas virtuais AQUI, neste texto específico do nosso blog!

Outras soluções complementares para suas ações de vendas

Pequenas e Médias empresas têm investido em ações específicas para conseguir aumentar o volume de vendas. Vejamos algumas ideias:

Voucher

Uma saída para pequenas e médias empresas tem sido adiantar a prestação de serviço ou produto, mediante algum desconto. Exemplo: Um voucher de 100 reais pago hoje, se torna um cupom de 120 reais para o cliente utilizar nas lojas, depois da crise sanitária.

Sorteios e leilões

Algumas empresas estão escolhendo produtos específicos (normalmente algum item atrativo) e realizando sorteios e leilões com valores bem baixos, atraindo os consumidores que estavam em dúvida sobre a aquisição ou aguardando uma promoção.

Experiências

As celebridades estão vendendo experiências para seus fãs, tais como: aulas de skate com um profissional famoso, um jantar realizado por um chef na sua casa etc. As empresas podem, também, criar experiências para os seus clientes preferenciais. Quem não gostaria de viver algo diferente depois deste período?

Um ponto positivo é que andamos duas casas no caminho das vendas digitais e vamos continuar progredindo neste sentido.

E caso você precise de ajuda para encontrar a melhor solução para o seu negócio, conte com a gente! O time da Agência.bit está pronto para ajudar você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *