Produção de conteúdo digital como foco das estratégias de marketing

Você já observou como cada vez mais pessoas e empresas entregam conteúdo para você diariamente nas suas redes sociais? E não estamos falando só de publicidade, mas de vídeos, artigos, informações pertinentes e até notícias.

Temos acompanhado essa mudança e sabemos que, como um bom processo de seleção natural, somente os fortes, (ou seja, os bons conteúdos) vão sobreviver.

Mas o que torna um conteúdo interessante? O primeiro ponto para definir o melhor conteúdo é conhecer a sua audiência. Sempre falamos sobre essa importante relação quando iniciamos um planejamento.

Muitas vezes partimos de pressupostos conhecidos, mas que não traduzem a realidade do consumidor. Pensar no conteúdo envolve não apenas os clientes interessados na sua marca ou produto, mas também outros possíveis clientes (prospects), pessoas que estão entrando em contrato com sua marca pela primeira vez, além de pessoas que poderiam ser consumidores mas nunca pensaram sobre o assunto.

Apesar de a maioria das empresas e agência associarem esse contato com uma reunião ou apresentação de vendas, é sempre importante lembrarmos que o cliente, quando está navegando pelas redes sociais, não costuma fazê-lo à trabalho, salvo algumas exceções. É possível que você alcance seu público durante um momento de descanso ou lazer. O conteúdo será a “conversa” responsável por interessar e aproximar este potencial cliente, chamando sua atenção.

O conteúdo tem que ser pensado para todos os níveis de conhecimento da sua empresa, não só informação sobre preços ou produtos, mas também dicas, outros serviços, notícias do seu segmento, informações de utilidade e interesse do público, tudo que possa ajudar no trabalho de construção de autoridade e relacionamento.

Curtir é uma coisa, comprar é outra…

Posts motivacionais podem ser até fofos, mas, na hora da compra, tenha a certeza de que o cliente vai buscar alguém com mais conhecimento, melhores informações, mais segurança e melhor atendimento, que consiga passar maior credibilidade através do conteúdo.

Por exemplo: Você está procurando um veterinário para seu animal de estimação.

Olhando vários sites e redes sociais você encontra duas clínicas: uma que posta vídeos fofos, mas nunca conteúdos úteis sobre os cuidados com os bichinhos e outra que traz informações sobre vacinação, alimentação, canais de atendimento, boas práticas da saúde animal etc. Quem você vai consultar primeiro? Com certeza alguns desses fatores irão pesar nos critérios da sua escolha, refletindo diretamente no nível de conhecimento e profissionalismo da empresa.

Outro ponto que vale a pena ressaltar é a forma como este conteúdo será entregue. Podemos dizer que, atualmente, existem diversas possibilidades: vídeo, E-books, postagens nas redes sociais, aulas on-line, entre outros. O conteúdo também precisa chegar no formato certo para cada perfil e em cada momento de contato com seu público.

Definida a mensagem e o formato, vamos à produção propriamente dita. 

É importante que o conteúdo represente bem sua marca e que seu criador tenha em mente os objetivos e o público a serem atingidos através daquele conteúdo. Seja um texto ou um vídeo no seu canal do YouTube, é importante pensar em formatos profissionais e bem desenvolvido, pois, como falamos anteriormente, durante a “seleção natural” da atenção do usuário, os melhores conteúdos (mais assertivos, no formato correto etc.) certamente terão prioridade.

Para isso, investir em uma agência ou profissional que ofereça o suporte correto e a melhor estratégia em todas essas etapas é fundamental.

Que tal ajustar o conteúdo da sua empresa para o seu sucesso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *